Os funcionários que pertencem ao grupo de risco seguem afastados do trabalho
Franscisco Arrais/ Prefeitura de Santos
Os funcionários que pertencem ao grupo de risco seguem afastados do trabalho


Os serviços públicos municipais de Santos, que não são essenciais, retornam parcialmente, a partir desta quarta-feira (17), com pelo menos 30% do efetivo diário, cumprindo todas as medidas de distanciamento, higiene e proteção relacionadas à covid-19.

Os funcionários que pertencem ao grupo de risco seguem afastados do trabalho, em home office. “Vamos priorizar os serviços que não podem ser prestados por outro meio que não seja o presencial”, disse, o prefeito de Santos, mencionando algumas das precauções a serem tomadas. “Os ambientes devem ser mantidos abertos e arejados. Essas regras precisam ser respeitadas para o bem de todos”.

De acordo com o decreto publicado em 15 de julho, no Diário Oficial, em todas as repartições da Administração Municipal será obrigatório o uso de máscara facial pelos funcionários, que deverão trabalhar sob distanciamento mínimo de 1,5 metro. As normas são válidas também para o público atendido. Para higienização pessoal e de equipamentos será disponibilizado álcool em gel em todas as seções.

O volume de demandas represadas nos últimos meses será determinante para a definição do contingente de profissionais em ação e para o atendimento prioritário ao público. A avaliação caberá às secretarias, que também deverão estabelecer sistemas de agendamento e organização de eventuais filas.

    Veja Também

      Mostrar mais