As ilustrações serão feitas pelos alunos em suas residências, sob orientação virtual dos professores.
Reprodução
As ilustrações serão feitas pelos alunos em suas residências, sob orientação virtual dos professores.


Os alunos da rede municipal do 3º ao 9º ano do ensino fundamental e dos ciclos I e II da Educação de Jovens e Adultos (EJA) poderão se inscrever no concurso ‘Arte na Capa – 2021’, que selecionará seis ilustrações para estampar a capa dos cadernos que integrarão o material escolar do próximo ano.

O tema é “30 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente”. O regulamento está no Portal da Educação . No mesmo local está a ficha de inscrição, a declaração de cessão de direitos autorais e o termo de autorização dos pais ou responsáveis para os estudantes menores de idade. A documentação deverá ser entregue, preenchida e assinada à mão, pelos pais e responsáveis, juntamente com as ilustrações, na escola do aluno, até 28 de setembro.

Os participantes devem observar os horários da unidade onde estudam para a entrega dos trabalhos. O regulamento e informações do concurso também serão inseridos pelos professores de Arte no roteiro de atividades semanais das aulas remotas.

As ilustrações serão feitas pelos alunos em suas residências, sob orientação virtual dos professores de Arte e presencial da família, seguindo todos os protocolos do ensino remoto empregados durante pandemia de covid-19.

As seis obras serão selecionadas por uma comissão julgadora composta por profissionais das secretarias de Educação e de Desenvolvimento Social. Os seis alunos serão homenageados e premiados.

APRESENTAÇÃO

O trabalho deverá ser inédito, confeccionado individualmente, respeitando o tema numa linguagem poética e apresenta do em pintura, desenho, colagem, gravura, em papel, nas dimensões 21 x 29,7 cm (tamanho A4).

Os temas serão divididos em: 3º ano - Direito à Vida e à Saúde- Gestação e Nascimento; 4º ano - Direito à Vida e à Saúde – Infância; 5º ano - Direito à Convivência Familiar e Comunitária; 6º ano - Direito à Educação; 7º ano - Direito à Liberdade, ao Respeito e à Dignidade; 8º ano - Erradicação do Trabalho Infantil; 9º ano - Direito à Profissionalização e à Proteção ao Trabalho (será selecionado apenas um trabalho relativo a “Direito à Vida e à Saúde”).

O objetivo é valorizar a produção dos estudantes, motivar a preservação do material escolar e criar condições para que experimentem e analisem diferentes formas de expressão artística. Para Jadir Battaglia, um dos organizadores, “o grande desafio deste ano será participar de forma remota, buscando criatividade e o apoio da família”.

ESTATUTO

A representante da Coordenadoria de Políticas Públicas para Infância e Juventude (Cojuv), Sandra Regina dos Santos, afirmou que o concurso vai ao encontro da missão do projeto ‘ECA em Movimento’, criado no ano passado para visitar escolas e levar alunos e professores a conhecerem o estatuto, por meio de jogos lúdicos. “O ECA fez 30 anos em julho e, com a pandemia, conseguimos até ampliar o alcance de nossa meta por meio do concurso. Mais alunos terão acesso e o conhecimento vai perdurar durante todo o ano de 2021, com os cadernos”.

    Veja Também

      Mostrar mais