Quatro equipes trabalharam na limpeza e o serviço contou com apoio de uma retroescavadeira e quatro caminhões basculantes.
ISABELA CARRARI/ Prefeitura de Santos
Quatro equipes trabalharam na limpeza e o serviço contou com apoio de uma retroescavadeira e quatro caminhões basculantes.


Após três ressacas, ocorridas em maio, nas praias de Santos, a Prefeitura recolheu mais de 300 toneladas de lixos e objetos encontrados na faixa de areia, nos jardins e no calçadão da orla.

A última ressaca, que ocorreu na quarta (27), foi mais branda que as anteriores, segundo a Defesa Civil, e totalizou a retirada de 24 toneladas de resíduos.

O Núcleo de Pesquisas Hidrodinâmicas (NPH) da Universidade Santa Cecília, divulgou que a passagem de uma frente fria pela região pôde motivar a agitação do mar na madrugada de quinta-feira (28).

A elevação da maré ainda arrastou grande quantidade de areia para os canais, principalmente o 1 e o 2. O desassoreamento, que já acontecia desde a ressaca do dia 7, prossegue com o transporte do material para os canais 4, 5 e 6, onde há necessidade de reposição.

Quatro equipes trabalharam na limpeza, o que totalizaram 52 profissionais da Prefeitura e da Terracom. O serviço contou com apoio de uma retroescavadeira e de quatro caminhões basculantes.

Previsão de tempo estável para os próximos dias

De acordo com a Defesa Civil, a previsão para os próximos dias é de tempo estável, sem elevação da maré ou probabilidade de chuvas.

    Veja Também

      Mostrar mais