o equipamento ainda não foi utilizado e está amparado em rigorosos protocolos de biossegurança hospitalar
Arquivo/ Hospital Ana Costa
o equipamento ainda não foi utilizado e está amparado em rigorosos protocolos de biossegurança hospitalar


O Hospital Ana Costa, em Santos, instalou uma câmara frigorífica em suas dependências para, caso seja necessário, armazenar corpos de vítimas da Covid-19, que aguardam liberação para sepultamento e desocupem os leitos da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). 

O equipamento ainda não foi utilizado. A assessoria da Instituição confirmou a medida e explicou que é preventiva e temporária para a ampliação da capacidade normal de atendimento aos óbitos, diante da pandemia do coronavírus.

Ainda de acordo com a nota do Hospital, o equipamento está amparado em rigorosos protocolos de biossegurança hospitalar e busca dar resposta à delicada situação que o momento exige, sem abrir mão do respeito e da seriedade na condução destes casos.

Ocupação de leitos de UTI

Nesta segunda (1º), a Prefeitura de Santos informou que há 180 pacientes em UTI adulto, ou seja, 12 a mais do que no domingo (31), quando havia 168 pacientes – alta de 7,1% em 24 horas.

Há mais seis pacientes em UTI pediátrico (até 13 anos), totalizando 186 pacientes nos leitos de maior complexidade. Incluindo os leitos de Clínica Médica/Enfermaria, são 411 pacientes internados nos hospitais públicos da Cidade, sendo 208 deles munícipes de Santos (50,6%) e 203 de outras cidades (49,4%).

Novos casos

A Seção de Vigilância Epidemiológica (Seviep) recebeu, nesta segunda (1º), 186 notificações de Covid-19 entre munícipes de Santos, passando o total de casos de 3.640 para 3.826 (+ 5,1%), no período de 24 horas.

Óbitos

A Seviep recebeu sete confirmações de casos de munícipes falecidos entre os dias 25 de maio e 1º de junho: três mulheres (67, 74 e 93 anos) e quatro homens (72, 75, 80 e 88 anos). Santos totaliza 158 óbitos pela covid-19 e outros 24 óbitos estão em investigação.

    Veja Também

      Mostrar mais