Os detalhes da abertura serão apresentados no próximo domingo
Divulgação/ Prefeitura de Santos
Os detalhes da abertura serão apresentados no próximo domingo



O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, confirmou que a primeira fase do Plano São Paulo de retomada econômica está prevista iniciar na próxima quinta-feira, dia 11 de junho.

A retomada econômica gradual na Cidade foi discutida com diferentes setores da sociedade, nos últimos dias. Nesta sexta-feira (5), o Prefeito ouviu representantes do comércio, incluindo lojas, bares, restaurantes e postos de combustíveis, e da rede hoteleira.

Durante a semana também ocorreram videoconferências com membros do governo do Estado e do Ministério Público para apresentação dos índices de enfrentamento à covid-19 no Município.

“Hoje, tivemos uma reunião com o setor produtivo da Cidade para detalharmos o plano de retomada econômica e fazermos os ajustes finais. Neste sábado (6), vamos ter mais uma rodada de conversas sobre essa fase”, disse o prefeito, garantindo que as medidas serão adotadas com base em dados técnicos. “Desde o início da pandemia, tomamos decisões dentro de uma coerência, respeitando a ciência e os indicadores”.

Para iniciar o processo de desconfinamento, ele ressalta como fundamental a estruturação do Município no combate à covid-19. “Fizemos um grande investimento na ampliação de leitos, na aquisição de respiradores e na realização de exames. Santos tem hoje um dos maiores percentuais de testagem por habitante do Brasil e do mundo”.

Segundo o presidente da Associação Comercial de Santos (ACS), Mauro Sammarco, as regras do governo e as recomendações da justiça devem ser respeitadas por todos e infrações são sempre passíveis de punição. “A prefeitura determinará as regras de funcionamento, quanto ao horário de abertura, limite de pessoas, fornecimento de produtos de higienização e, principalmente, o uso de máscaras. Ela deve fiscalizar, para garantir que eventuais abusos, por parte de comerciantes e da população, não prejudiquem o plano de retomada”, explica Sammarco.

Ele destaca ainda que a ACS apresentará novamente sugestões para o funcionamento do comércio e para a mobilidade urbana. “Seguiremos com a campanha de conscientização da população para respeitar as regras de isolamento e de uso de mascaras. Todos devem ter a consciência de que a abertura não significa um retorno a vida normal”.

GRADUAL

Os detalhes da abertura serão apresentados no próximo domingo. No entanto, o prefeito já adiantou que, inicialmente, poderão abrir, com regras especificas, o comércio de rua, concessionárias de veículos, escritórios e hotéis para receber visitantes a trabalho.

Quanto ao ritmo, Barbosa reforça que a reabertura ocorrerá de modo gradual. “São poucas as atividades que vamos liberar, justamente para testar o comportamento da população e observar os indicadores”, explica, apontando a necessidade de união da sociedade neste momento. “Contamos com a colaboração da população nas medidas preventivas como utilização de máscara, higienização e distanciamento. A implantação de novas fases do plano vai depender da consciência das pessoas”.

    Veja Também

      Mostrar mais