Há sete anos, Camila criou um perfil no Instagram. Hoje, ela possui mais de 315 mil seguidores
Reprodução/ Instagram movinggirls
Há sete anos, Camila criou um perfil no Instagram. Hoje, ela possui mais de 315 mil seguidores



De acordo com uma pesquisa realizada pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM), o Brasil é o sétimo país com o maior número de mulheres empreendedoras, com mais de 24 milhões de brasileiras tocando negócios próprios. No entanto, o mesmo levantamento aponta que, mesmo donas da própria empresa, elas ainda ganham menos do que muitos CEO´s ou empreendedores do sexo masculino.

“Nem toda mulher de negócios usa scarpin e blaser, mas todas podem ser empreendedoras”. Com essa frase, a empreendedora de Santos, especialista em marketing de comunidade digital, Camila Vidal domina a internet com a @Movinggirls.

Trata-se de uma empresa que empodera mulheres empreendedoras. Inicialmente era um perfil no Instagram, mas há dois anos, já é considerada a maior plataforma de empreendedorismo feminino do Brasil, com mais de 320 mil seguidores.

“Com a missão de incentivar as mulheres a alcançarem resultados melhores nos negócios, resolvi criar uma comunidade Dominação Mundial, de mulheres empreendedoras que prometem dominar o mundo”, afirma Camila, com o objetivo de mudar o cenário da pesquisa, em relação a remuneração.

Segundo ela, o projeto “Dominação Mundial” vem da necessidade das mulheres se unirem para conseguir cada vez mais espaço e valor no mercado de trabalho. Com experiência em comunicação, marketing, vendas e empreendedorismo, Camila resolve os dilemas das mulheres empreendedoras por meio da internet: “é possível dominar o mundo por meio da internet. Acredito na frase ‘fique rico ajudando as pessoas a ficarem ricas’ e sigo isso à risca. Meu motivo não é ganhar dinheiro, meu motivo é dominar o mundo com mulheres que empreendem e que tem plena capacidade de tirar os projetos do papel e aprenderem a fazer o próprio dinheiro”, diz Camila.

Para a empreendedora, quanto mais unidas forem as mulheres, mais elas conseguirão espaço no mercado de trabalho: “A união faz a força e o marketing de comunidade é a prova disso. Comecei com um Instagram onde eu desabafava e contava os meus problemas como empreendedora. Hoje tenho uma comunidade de mulheres viciadas em resultados positivos e nós vamos dominar o mundo!”

O projeto “dominação mundial” é uma forma de manter as mulheres empreendedoras cada vez mais unidas, mostrando a crescente participação delas no empreendedorismo fazendo com que, no futuro, as pessoas possam ver os dois gêneros atuando de forma equilibrada. Porém, para isso, é preciso que elas estejam unidas.

    Veja Também

      Mostrar mais