As reuniões são realizadas virtualmente
Reprodução
As reuniões são realizadas virtualmente


A dificuldade de operação offshore no município santista preocupa os integrantes da Câmara de Petróleo e Gás da Associação Comercial de Santos (ACS). Por isso, será realizado um levantamento com os grandes players do setor para conhecer os motivos. A pesquisa começará nos próximos dias, por meio de videoconferências.

O coordenador da Câmara, Gustavo Pierotti explica que o objetivo é utilizar a Associação Comercial de Santos como intermediador entre as empresas e os órgãos governamentais para defender os interesses offshore da cidade. “Precisamos entender quais são os entraves que os impedem em operar offshore na região”, diz.

Ela ainda destaca que é fundamental a Santos Port Autorithy (SPA) regulamenar esse tipo de operação no Porto de Santos. "A gente pretende criar pontes e soluções entre os diversos players desse mercado”.

Pierotti revela, ainda, que nas últimas duas reuniões do grupo chegou-se ao entendimento que talvez faça mais sentido regulamentar a operação offshore na região com uma infraestrutura já existente. “Poderíamos utilizar terminais públicos e privados, e não, necessariamente, construir uma base offshore específica".

Parceria com o Sebrae

O cadastro para o portal de Petróleo e Gás será redefinido e retomado. Segundo Gustavo Pierotti, o objetivo é futuramente expandir esse cadastro para as outras Câmaras Setoriais da ACS e utilizá-lo como ferramenta de suporte para fomentar negócios na região.

Paralelo a esse cadastro, a intenção é realizar também Rodadas de Negócios, em parceria com o Sebrae. O gerente regional do Sebrae, Marco Aurélio Rosas, relata que foram realizadas rodadas virtuais no Estado e o resultado foi surpreendente. “A adesão das pessoas foi muito maior do que se o encontro fosse presencial. Em uma das rodadas, conseguimos arrecadar R$ 8 milhões”.

Para Pierotti, a possibilidade de promover a Rodada de Negócios na região é recebida com muito entusiasmo. “Incentivar o fomento de negócios, numa época tão difícil como dessa pandemia, é sempre gratificante”.

    Veja Também

      Mostrar mais