Henrique concorreu com 235 alunos de oito municípios do Estado.
Divulgação
Henrique concorreu com 235 alunos de oito municípios do Estado.


Henrique Silva Ferreira, 10 anos, aluno do 5º ano da escola municipal João Papa Sobrinho, venceu o concurso “O que vira lixo na sua casa?”, que envolveu 235 alunos de oito municípios do Estado.

No trabalho, ele observou os resíduos descartados em casa, separou e quantificou, produzindo um relatório fotográfico e uma redação.

“Com essa atividade, aprendi que é muito importante separar o lixo e que o óleo de cozinha pode provocar entupimento dos canos aqui de casa, além de poluir o meio ambiente”, disse Henrique.

A iniciativa faz parte das ações de educação ambiental do Programa Meio Ambiente nas Escolas (PMANE), responsável por implantar a Logística Reversa do óleo de cozinha, que em Santos é feita em parceria com as pastas do Meio Ambiente e Educação.

A iniciativa faz parte das ações de educação ambiental do Programa Meio Ambiente nas Escolas.
Divulgação
A iniciativa faz parte das ações de educação ambiental do Programa Meio Ambiente nas Escolas.


A cerimônia de entrega da premiação, um tablet, aconteceu nesta quarta-feira (22), com a presença do secretário municipal de Meio Ambiente, Marcio Gonçalves Paulo e Daniela Taborda Prado Moran, representando a Secretaria Municipal de Educação.

Programa oferece pontos de coleta de óleo e ações educativas

Em Santos, o PMANE teve início em outubro de 2019, com a instalação de pontos de coleta de óleo de cozinha usado e ações de educação ambiental. O óleo recolhido é repassado às indústrias para diversas utilizações como, por exemplo, a produção do biodiesel.

Além da Escola Papa Sobrinho, outras nove participam: Avelino da Paz Vieira, Auxiliadora da Instrução, Dos Andradas, Colégio Santista, Pedro II, Dr. Porchat de Assis, Gota de Leite, Mario de Almeida Alcântara e Barão do Rio Branco.

Entre outubro e novembro do ano passado, as unidades recolheram 400 litros de óleo de cozinha usado, ultrapassando a meta inicialmente prevista, que era de 300 litros.

O programa atende à Lei Federal 12.305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) e criou a Logística Reversa (LR), que consiste na instalação e administração de pontos de entrega voluntária (PEVs) de resíduos como pilhas e baterias, eletroeletrônicos, remédios, pneus, lâmpadas e óleo de cozinha, entre outros.

Santos já tem PEVs de lâmpadas, pneus, remédios, pilhas e baterias, entre outros. Os endereços podem ser consultados no  site da cidade.

O PMANE em Santos é realizado pelo Instituto Auá de Empreendedorismo Socioambiental, em parceria com a Preserva Recicla e o apoio da Importação, Exportação e Indústria de Óleos S.A. Araucária (Imcopa).

    Veja Também

      Mostrar mais