Ele estava internado há dois meses no Hospital Vila Nova Star para tratar um câncer
Reprodução
Ele estava internado há dois meses no Hospital Vila Nova Star para tratar um câncer


Morreu neste domingo (26), o apresentador e radialista Armando Gomes. Ele tinha 76 anos e fez história no rádio e na TV da Baixada Santista, em especial no esporte.

O jornalista estava internado há cerca de dois meses no Hospital Vila Nova Star, em SP, e tratava um câncer. Ele deixa a esposa Laura e os filhos Victor e Vinícius, além de quatro netos.

Armando Gomes Vieira Filho é parte importante da história do rádio e da TV de Santos. A mãe, Iracema Gomes (falecida em 2007), já era do meio artístico no rádio. E o filho seguiu pelo mesmo caminho, a partir de 1962. Ele sempre se orgulhou em dizer que trabalhou em todas as emissoras de rádio da Cidade. Inicialmente era o noticiário policial, mas Armando logo viu que aquele não era o caminho, mas sim o esporte.

Ele foi desbravador do rádio e TV da região. Fez parte da Santa Cecília TV desde o nascimento da emissora, estando à frente do programa Esporte por Esporte, desde 1997, com grande audiência. Apaixonado por Santos, onde nasceu, e pelo Santos Futebol Clube, iniciou sua carreira na década de 60. Foi repórter e narrador, transmitindo o jogo do milésimo gol de Pelé, em 1969, na vitória sobre o Vasco, no Maracanã.

Trabalhou na TV Gazeta, em São Paulo, na rádio Tribuna AM, e na TV Litoral, primeira emissora da Baixada Santista. Teve como companheiros de trabalho grandes nomes da crônica esportiva, sempre oferecendo oportunidades a jovens talentos. “Máquina do tempo, o inexorável da vida”, dizia Armando Gomes. "Deus existe”, despedia-se todos os dias, ao término de seu programa. Com certeza, sim, Manduca. E você continuará a existir em nossos corações. Santos agradece por sua dedicação e amor.

A Prefeitura de Santos decretou luto oficial de três dias pela morte do ícone do jornalismo esportivo regional, Manduca, como era carinhosamente chamado.

“O Brasil perdeu uma de suas vozes mais combativas e apaixonadas da crônica esportiva nacional. Uma figura singular que testemunhou e contou, de maneira expressiva e irreverente, centenas de páginas da história do futebol e, principalmente, do Santos Futebol Clube (SFC). Armando Gomes deixa um legado de amor à nossa cidade, ao Peixe e ao futebol. Seu nome e sua personalidade, marcante e inexorável, serão sempre lembrados por todos os fãs do esporte", afirmou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa, ao decretar o luto oficial no município.

    Veja Também

      Mostrar mais