Quem não utilizar a máscara está sujeito a multa de R$ 100, dobrando em caso de reincidência.
Divulgação/ Prefeitura de Santos
Quem não utilizar a máscara está sujeito a multa de R$ 100, dobrando em caso de reincidência.


Os Guardas civis municipais de Santos (GCMs) já orientaram 5.729 pessoas sobre o uso correto de máscaras faciais e sobre as normas de distanciamento social. A fiscalização, realizada desde o último dia 5, aplicou ainda 256 multas pelo não cumprimento dos protocolos de segurança que visam evitar o contágio do novo coronavírus (covid-19).

Os guardas continuaram com as abordagens na orla nesta segunda-feira (27). Realizaram 53 orientações e aplicaram duas multas em munícipes que se recusaram a utilizar a máscara.

As equipes atuam em toda a extensão da orla diariamente, das 7h às 19h, a pé, em viaturas, quadriciclos e motos, somando 25 veículos. Aos fins de semana, o efetivo é integrado por até 50 GCMs. Durante a semana, a atuação no local é feita por cerca de 25.

FINAL DE SEMANA

Mesmo com o mau tempo registrado no domingo, a força-tarefa não parou. Foram 112 abordagens de orientação e três multas por falta do acessório de proteção.

No sábado, foram 13 multas aplicadas pela não utilização da máscara facial, 329 orientações a banhistas relativas ao uso do acessório e 532 sobre aglomerações, totalizando 861 orientações a munícipes. 

REGRAS

Desde o último dia 5, as praias de Santos estão liberadas para atividades esportivas individuais, sem restrição de horário, mas a flexibilização exige o cumprimento das medidas adotadas pela Prefeitura, que passou a permitir o uso do calçadão e da faixa de areia para corrida e caminhadas, natação, surfe, stand up, canoagem e banho de mar.

Permanecer na areia para tomar sol, por exemplo, está proibido, assim como qualquer tipo de aglomeração. Com exceção das atividades no mar, o restante deve ser realizado com máscara. A obrigatoriedade do uso de máscara está prevista no decreto municipal nº 8.944 de 24 de abril. Quem desrespeita está sujeito a multa de R$ 100,00, dobrando em caso de reincidência.

    Veja Também

      Mostrar mais