A programação será transmitida pelas redes sociais da autora.
Divulgação/ Assessoria
A programação será transmitida pelas redes sociais da autora.


A escritora Helena Fraga irá realizar uma live beneficente próximo dia 26 de agosto, às 19h30, para discutir o tema Crianças e Adoção, em alusão ao Dia da Infância, celebrado nesta segunda-feira (24).

Durante a transmissão, a autora irá vender seu mais recente livro, “Alma de Mulher”, pelo valor promocional de R$ 20,00 e 100% da renda será revertida para o Lar de Acolhimento de Meninos e Meninas (LAM) de São Vicente.

Até o dia 31 de agosto, quem comprar a obra estará ajudando a entidade vicentina, que atende crianças e adolescentes em regime de abrigamento ou integral. Como toda instituição sem fins lucrativos, o LAM precisa de ajuda para seguir prestando um importante serviço à comunidade.

Com a live, Helena espera colocar os holofotes para a causa da adoção e o papel do LAM no amparo das crianças e adolescentes. Ela contará com a participação de Anna Silva, psicopedagoga, educadora, advogada e empresária, e de Eduardo Ladeira, empresário, jornalista, radialista e apresentador. A trilha sonora da transmissão ao vivo, com o cantor Rhony Rays, fundador da Banda Metrhopollis.

A programação será transmitida pelas redes sociais da autora: www.facebook.com/HelenaSFraga , @helena_s_fraga, no Instagram, e no YouTube .

O livro poderá ser adquirido pelo valor diferenciado até 31 de agosto, por este link: https://www.helenafraga.com.br/product-page/alma-de-mulher-lancamento . A live tem apoio do Grupo de Apoio à Adoção Maternizar e do Terraço Chopp.

“Alma de Mulher”

Na transmissão ao vivo, a escritora também falará sobre seu livro Alma de Mulher, da Editora Delicatta, lançado em 15 de julho. Sua terceira obra segue abordando temas da vida com a intensidade da poesia, assim como fez em “Ser feliz é uma escolha”, lançado em 2017, e “Hoje e Sempre”, de 2019, ambos pela mesma editora.

Em “Alma de Mulher”, Helena homenageia a força feminina e a importância do papel feminino na história da humanidade, apresentando ao leitor poesias escritas com o coração e que traduzem sua essência.

Como já é marca de seu trabalho autoral, ela retrata mistérios, segredos e desejos num turbilhão de emoções e sentimentos, tão característicos do ser mulher. “Esse livro, Alma de Mulher, não é um livro feminista, é um livro sobre o feminino. Ele fala de muitos aspectos da mulher, do ser feminino, que também pode estar presente num homem que cuida com dedicação de alguém, por exemplo”, detalha.

Helena, que também é empresária, se viu diante de novos desafios com as restrições impostas pela pandemia de Covid-19. Mas, confessa que o tempo de isolamento foi produtivo para escrever, colocando em vista até novos projetos.

“Todos tiveram que se reinventar. Eu tinha o lançamento do livro previsto para março, em homenagem ao mês da mulher, mas precisei parar tudo e retomar depois. Fiz uma live para apresentar esse novo trabalho e foi tão especial, que me senti abraçada como se estivesse pessoalmente autografando. A pandemia nos fez redescobrir novos caminhos e isso é muito positivo para mim”, confessa.

    Veja Também

      Mostrar mais