As Seções de Controle de Vetores e de Vigilância e Controle de Zoonoses também terão novo endereço
Freepik/divulgação
As Seções de Controle de Vetores e de Vigilância e Controle de Zoonoses também terão novo endereço


O atendimento a pessoas com HIV/Aids, hepatites virais, toxoplasmose, tuberculose e sífilis congênita mudará de endereço nos próximos meses, assim como as Seções de Controle de Vetores e de Vigilância e Controle de Zoonoses.

Em setembro, a Seção Casa de Apoio (Secasa) passará a funcionar na Rua Luís de Camões, nº 192, e, além de atender pessoas que convivem com HIV/Aids, ampliará a atuação, com retaguarda clínica e social também a pessoas com tuberculose.

“O imóvel está passando por adequações, com intuito de oferecer aos usuários um serviço mais estruturado, acolhedor e humanizado”, afirma Devanir Paz, chefe do Departamento de Especialidades da Secretaria de Saúde.

Entre novembro e dezembro, haverá a mudança dos demais serviços a pessoas com HIV/Aids, hepatites virais, toxoplasmose e sífilis congênita. Toda estrutura da Coordenadoria de Controle de Doenças Infectocontagiosas, incluindo o Centro de Testagem e Aconselhamento, vai para a Rua da Constituição, 556, Vila Mathias.

A novidade é que o Ambulatório de Tuberculose, que atualmente funciona em imóvel à parte, será integrado ao mesmo local dos outros serviços da CCDI.

O local, que atualmente passa por adequações, terá consultórios, sala de administração, farmácia, almoxarifados, expurgo, sala de vacinas, recepção, áreas de espera, elevador e sanitários acessíveis.

O imóvel onde o CCDI está atualmente, na Rua Silva Jardim, 94, passará por reforma, após a desocupação para posteriormente abrigar as seções de Controle de Vetores e de Vigilância e Controle de Zoonoses.

    Veja Também

      Mostrar mais