Festa aconteceu no entorno da Lagoa da Saudade, no morro da Nova Cintra.
Reprodução/Santos Minha Cidade Merece Respeito
Festa aconteceu no entorno da Lagoa da Saudade, no morro da Nova Cintra.


Centenas de pessoas sem máscaras se aglomeraram no entorno da Lagoa da Saudade, no Morro da Nova Cintra, em Santos, na noite do último sábado (27) durante uma festa irregular. O evento seguiu até a manhã de domingo (28) e além de atrapalhar os moradores do local também bloqueou o trânsito na rua.

O desrespeito dos frequentadores da festa não foi somente em relação às medidas de segurança para diminuir a disseminação do novo coronavírus. Além disso, um rastro de lixo foi deixado no local e na manhã de domingo foi possível ver o estrago ao meio ambiente.

Lixo foi deixado pelas calçadas após festa irregular em Santos
Reprodução/Santos Minha Cidade Merece Respeito
Local ficou coberto de lixo após a realização da festa


Os moradores relataram nas redes sociais que não conseguiam dormir devido ao barulho de motocicletas e a música alta. Na internet os vizinhos das proximidades também se perguntaram onde estavam as autoridades que não acabaram com a festa.

Esse tipo de evento, que é combinado pelas redes sociais e também no boca a boca entre os jovens, sempre aconteceu no local. Durante o período mais rígido da pandemia as festas não estavam sendo realizadas, mas neste fim de semana retornaram incomodando os vizinhos.

Leia também: Restaurantes e bares são liberados para funcionamento até início da madrugada

Em uma das fotos divulgadas pela página do Facebook “Santos Minha Cidade Merece Respeito”, e cedidas ao iG Santos, é possível ver um ônibus municipal sendo impedido de passar devido ao grande número de pessoas na rua.

Ônibus fica preso em meio à aglomeração de pessoas em Santos
Reprodução/Santos Minha Cidade Merece Respeito
Ônibus fica preso em meio à aglomeração de pessoas em Santos


Guarda Municipal não foi acionada

Em nota, a prefeitura de Santos disse que a Guarda Civil Municipal (GCM) não recebeu denúncia sobre o evento citado pela reportagem. E que a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Santos) também não recebeu qualquer pedido de autorização para bloqueio de vias.

A administração municipal disse ainda que o efetivo de plantão da GCM atuava em uma força-tarefa na orla da praia, nas imediações do canal 4, no período em que a festa acontecia no Morro da Nova Cintra.

O comunicado termina informando que “as intervenções em bailes funks em vias públicas são feitas mediante operação coordenada pela Polícia Militar, com apoio da GCM quando acionada”.

A Polícia Militar está em poder das imagens do videomonitoramento existente no local para atender a ocorrência.

    Veja Também

      Mostrar mais