As atividades ocorrerão às terças e quintas-feiras, das 11h às 12h e das 12h às 13h
Carlos Nogueira/Prefeitura de Santos
As atividades ocorrerão às terças e quintas-feiras, das 11h às 12h e das 12h às 13h


Mais uma modalidade paralímpica passa a fazer parte dos cursos oferecidos gratuitamente pela Prefeitura de Santos , através da Secretaria de Esportes (Semes): o tênis em cadeira de rodas . Inédita na Baixada Santista , a atividade será realizada em parceria com o Clube Internacional de Regatas , que disponibilizará a quadra de saibro (pó de tijolo).

Leia também

Para se inscrever, os interessados (apenas pessoas com deficiência nos membros inferiores) devem comparecer à secretaria do Centro Esportivo e Recreativo Rebouças (Praça José Rebouças s/nº, Ponta da Praia), a partir de segunda-feira (13), das 9h às 12h e das 14h às 17h, com comprovante de residência, duas fotos 3x4, documento de identidade e atestado médico emitido há no máximo três meses. No caso de menores de idade, devem estar acompanhados de um responsável legal.

Você viu?

As aulas serão dadas pelo professor da modalidade Vinícius Reberde de Almeida, que agora se dedica ao ensino para cadeirantes. As atividades ocorrerão às terças e quintas-feiras, das 11h às 12h e das 12h às 13h.

O secretário de Esportes, Gelásio Ayres Fernandes Jr, destaca que a Prefeitura está incrementando o número de modalidades oferecidas ao público. “Assim como foi com a esgrima, o tênis em cadeira de rodas é mais uma modalidade sendo oferecida gratuitamente aqui na região de forma inédita”.

Os benefícios desse esporte têm efeitos do ponto de vista físico e mental. “A sociabilização entre os praticantes é fundamental, pois apesar de ser um esporte individual, o tênis é praticado e treinado com mais de uma pessoa em quadra e isso faz toda a diferença para o bem-estar e a qualidade de vida”, diz o professor Vinícius.

Ele ressalta que as aulas serão voltadas para crianças a partir de 10 anos e sem limite de idade. “Esse é o grande diferencial do tênis, você pode aprender ainda criança, mas praticar a vida toda. Especificamente no caso do tênis de cadeira de rodas, a diferença principal da regra é que a bolinha pode pingar duas vezes, e isso facilita a prática”, explica.

Pandemia

Em virtude de pandemia de covid-19 e da disponibilidade de quadras, as vagas são limitadas e cada turma contará com apenas seis alunos. As cadeiras de rodas serão oferecidas pela entidade parceira Fast Wheels, e todos os equipamentos para a prática esportiva serão fornecidos pela Prefeitura, sempre passando por higienização com álcool 70% após cada utilização. É obrigatório o uso de máscara facial durante as aulas, higienização das mãos e respeito aos protocolos de segurança e distanciamento social.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários