A seleção das espécies foi feita por uma comissão técnica da Semam
Leonardo Casadei/Divulgação
A seleção das espécies foi feita por uma comissão técnica da Semam



Até a próxima sexta-feira (15) é possível votar, online , para eleger a ave-símbolo de Santos . São 10 espécies na votação aberta ao público e organizada pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam)


Leia também

De acordo com a bióloga da Semam, Sandra Pivelli, que colabora no processo seletivo, “eleger uma ave-símbolo conecta o munícipe com o meio ambiente, criando um sentimento de pertencimento e conservação. A partir do momento que a gente conhece melhor uma ave e tem uma identificação com ela, passamos a preservá-la. Também tomamos consciência da importância do ambiente em que ela está inserida”.

O concurso também vai sortear, entre os participantes, exemplares do livro "Guia de Campo: Aves da Costa da Mata Atlântica”, que é o primeiro guia de aves da Baixada Santista, lançado em novembro de 2020 pelo fotógrafo Leonardo Casadei. O guia, com mais de 300 páginas, traz fotos e informações de 270 espécies da região.

O anúncio do resultado da votação ocorrerá no dia 16. Os brindes serão sorteados entre os votantes do exemplar vencedor. A partir do resultado, a a ave escolhida passará a ser um dos focos de trabalho dos programas de educação ambiental desenvolvidos pela Secretaria de Meio Ambiente, como os realizados no Jardim Botânico, Orquidário e Aquário.

Aves

A seleção das espécies foi feita por uma comissão técnica da Semam, levando em consideração critérios técnicos, com objetivo de estimular o conhecimento sobre a natureza da região. “Selecionamos aves nativas que possuem características relevantes. Alguns são mais numerosos e podem ser observados com mais facilidade e são mais populares. Outros foram escolhidos por sua beleza. Algumas aves também foram escolhidas, por exemplo, pelo seu tamanho. Elas se destacam na paisagem e são muito admiradas”, afirma Sandra.

Conheça as espécies que estão concorrendo

TIÊ-SANGUE

Ave símbolo da Mata Atlântica. Além de abundante na região, o macho possui uma plumagem vermelha, característica presente, também, na bandeira de Santos. A fêmea, igualmente bela, possui penas pardas na parte superior e marrom-avermelhadas na inferior.


BEIJA-FLOR-TESOURA

Um dos maiores beija-flores brasileiros, se movimenta em alta velocidade. Além disso, ao ficar parado, move suas asas de uma maneira peculiar, bem diferente das outras aves.

GAVIÃO-ASA-DE-TELHA

Uma das poucas espécies de aves de rapina que caça em bando. Assim, consegue capturar presas maiores, ou que são difíceis de serem perseguidas individualmente. Estima-se que, em vôo de caça, alcance a velocidade de 80km/h.


PICA-PAU-DE-CABEÇA-AMARELA

Leia Também

Comum nos parques da Cidade, esta ave possui cabeça e face amarelos, além de apresentar um topete proeminente na mesma tonalidade.


SAÍ-AZUL

Este pequeno pássaro pesa, em média, 16 gramas. Apesar do tamanho, sua beleza não passa despercebida. O macho apresenta plumagem azul, com detalhes pretos, enquanto a fêmea é verde, com cabeça azulada e pernas cor de laranja.


GARÇA-MOURA

Uma das maiores aves do País, com tamanho médio de um metro, esta garça é fácil de ser observada. Habita beiras de lagos de água doce, rios, pequenos riachos, estuários, manguezais pântanos e alagados. Normalmente é solitária e desconfiada.


FRAGATA

Muito popular no litoral paulista, a fragata tem uma envergadura que pode superar dois metros. São as aves com a maior superfície de asa por unidade de peso. Os machos se destacam por possuir um saco gular na região do peito, vermelho. As fêmeas são maiores, com a cabeça escura e o peito branco.


MARTIN-PESCADOR-GRANDE

Esta ave, de hábitos solitários, alimenta-se, preferencialmente, de peixes. Costuma ficar em poleiros para visualizar a presa na água. Ao localizar a caça, esta ave mergulha sobre ela e, após a captura, retorna ao poleiro.


GARÇA-AZUL

Habita manguezais e lamaçais do litoral. Seus ninhos são como plataformas construídas com gravetos, normalmente em manguezais. Põe de dois a cinco ovos azuis.


PERIQUITO-RICO

Uma espécie comum em Santos, possivelmente por causa das numerosas palmeiras, que servem como fonte de alimento e local para construção de seu ninho. Uma curiosidade destas aves é que, quando são ameaçadas, às vezes, ficam penduradas de ponta-cabeça em um galho.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários