A Guarda Civil Municipal de Santos iniciou o treinamento para porte de arma de fogo . A capacitação, que segue até o final do ano, permitirá que um total de 100 agentes estejam prontos para utilizar o armamento institucional . O uso desse dispositivo no Município foi autorizado em lei (1.061) , em 30 de outubro de 2019.

Leia também

A primeira turma, com 35 integrantes, recebeu instruções, em Guarujá, município com o qual a Secretaria de Segurança de Santos estabeleceu acordo de cooperação técnica. O treinamento, que cumpre critérios estabelecidos por meio de um convênio com a Polícia Federal, terá duração de duas semanas, com carga horária de 160 horas, distribuídas entre aulas teóricas, que irão até o dia 15.

Do dia 18 até o próximo dia 22, acontecem as aulas práticas, nas quais os guardas civis vão conhecer os procedimentos de montagem e desmontagem das armas. No último dia de instrução, os agentes passarão pelos exercícios práticos e avaliação de tiro. Assim que todo este processo for concluído, a corporação receberá da Polícia Federal a autorização para o porte.

Antes das aulas teóricas, em agosto, os agentes passaram por avaliação psicológica, o que também é uma exigência da lei municipal. Na aula inaugural, os agentes tiveram conhecimento sobre o manuseio de arma de fogo, além de noções de legislação referente às regras de segurança e as exigências de posse e uso de armamento.

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários